4 livros que ainda quero ler este ano

Adorava conseguir terminar 2019 com a minha TBR a zero, mas toda a gente sabe que isso não vai acontecer. Há vários livros que vão ficar por ler. Ainda assim há pelo menos quatro livros que eu quero mesmo ler ainda este ano e por isso vou fazer os possíveis e os impossíveis por o conseguir. Heis os ditos livros:

1. Mentiras consentidas de Hjorth e Rosenfeldt

IMG_0426

Quando recebi este livro muitas pessoas me enviaram mensagem a dizer o quão incrível esta série é. No entanto, para mim isto é uma novidade. Nunca ouvi falar nesta série, mas uma vez que agora adoro thrillers acho que vou devorar este livro assim que o começar. Só falta mesmo é começar!

Sinopse:

Os dias de Sebastian Bergman na Unidade de Homicídios terminaram e agora passa o tempo a dar palestras e a escrever livros. Após os eventos do caso de “A menina silenciosa”, não tem notícias da sua filha Vanja há meses e a única pessoa com quem tem contato esporádico é Úrsula.
Vanja também não está na Unidade: agora trabalha como investigadora criminal em Uppsala. Desde o mês passado, está a investigar uma série de agressões contra mulheres. Quando uma das vítimas morre, a Unidade de Homicídios assumirá o caso e, muito em breve, também Sebastian Bergman.
Reunida, a equipa deve deixar de lado os seus problemas pessoais e conflitos para capturar o violador brutal que continua a assustar Uppsala. Tudo fica complicado quando as pistas indicam que as vítimas não foram selecionadas aleatoriamente. Mas qual é a ligação entre elas?

2. Sisters de Anna Todd

IMG_0425.JPG

Mais um livro que eu tenho quase a certeza que vou adorar e que queria mesmo ler ainda este ano. Eu adoro a Anna Todd e quero mesmo ler o trabalho dela num contexto um pouco diferente de o de After. A ver se é desta que consigo dedicar-lhe tempo…

Sinopse:

Quatro irmãs a procurar desesperadamente um modelo para a vida – uma versão moderna de As Mulherzinhas, de Louisa May Alcott’s como só Anna Todd saberia escrever.

As raparigas da família Spring-Meg, Jo, Beth e Amy-são uma verdadeira força da Natureza na base militar de Nova Orleães onde vivem. Por muito diferentes que sejam, com o pai destacado no Iraque e a mãe a ocultar alguma coisa, os seus receios são muito semelhantes. Debatendo-se para construir uma vida de que possam orgulhar-se e que as tire da sua situação humilde, um ano determinará tudo o que os seus futuros poderão vir a ser.

A mais velha, Meg, será esposa de um oficial e entrará na sociedade militar como muitas das mulheres que admira. Se a sua paixão- e a sua reputação – não a fizerem descarrilar.

Beth, a mula de carga da família, tem medo de sair de casa e receia nunca chegar a descobrir quem é realmente.

Jo só quer ir-se embora. Sem ver a hora de acabar o secundário, sonha com uma vida na cidade de Nova Iorque e uma carreira no jornalismo em que possa ter impacto no mundo. Nada pode detê-la – nem mesmo o amor.

E Amy, a mais nova, observa as suas irmãs, aprendendo como elas se comportam, melhor ou pior.

Com bastante audácia, romantismo e drama, As Novas Mulherzinhas revisita o clássico de Louisa May Alcott, As Mulherzinhas, e traz os seus temas de amor, guerra, classe, adolescência e família para a linguagem do século XXI.

3. A rapariga do gelo de Robert Bryndza

IMG_0417.JPG

Para este eu tenho mesmo de arranjar tempo para ler. Simplesmente porque é um livro que eu sinto mesmo que vou adorar. Faz também parte de uma série muito popular que eu nunca li por isso quero começar o quanto antes. Não me perguntem porquê mas tenho mesmo o feeling que vou adorar este livro.

Sinopse:

Quando um rapaz descobre o corpo de uma mulher debaixo de uma espessa camada de gelo num parque do sul de Londres, a inspetora-chefe Erika Foster é imediatamente chamada para liderar a investigação. A vítima, uma jovem bela e rica da alta sociedade londrina, parecia ter a vida perfeita. No entanto, quando Erika começa a investigar o seu passado, vislumbra uma relação entre aquele homicídio e a morte de três prostitutas, encontradas estranguladas, com as mãos amarradas, abandonadas nas águas geladas de outros lagos de Londres.
A sua última investigação deu para o torto, e agora Erika tem a carreira presa por um fio. Ao mesmo tempo que luta contra os seus demónios pessoais, enfrenta um assassino altamente mortífero e que se aproxima tanto mais dela quanto mais próxima ela está de expor ao mundo toda a verdade. Conseguirá Erika apanhar o assassino antes de ele escolher a próxima vítima?

4. A vida sonhada das boas esposas de Possidónio Cachapa

IMG_0424.JPG

E finalmente um livro de literatura feminina que me deixou muito curiosa. Escrito por um português ainda por cima. Não tenho expectativas nenhumas para este livro, nem boas nem más. A única coisa a conduzir-me aqui é mesmo a curiosidade.

Sinopse:

O novo romance de Possidónio Cachapa é um olhar contemporâneo sobre o papel da mulher, a expressão da sua sexualidade e a visão que a família e a sociedade mantêm sobre ela à medida que o tempo passa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s