Uma carta a quem não lê livros

Olá,

Se estás a ler esta carta e te identificas com o título não vais entender as minhas próximas palavras quando digo que um bom livro é um abraço em papel. E agora vais argumentar, porque queres ganhar este debate, e perguntar-me “mas afinal o que é um bom livro? São aqueles que os professores de português me obrigaram a ler na escola? São aqueles que toda a gente diz que eu devia ler?”. Bem a minha resposta ao teu argumento é: talvez. Talvez porque para ser um bom livro, esse livro só tem de ser bom para ti. E todos esses livros que tu leste na escola e não gostaste são bons livros para muitas outras pessoas e por isso são também chamados bons livros. Acontece exatamente o mesmo com os filmes se pensares bem, nem toda a gente gosta dos teus filmes favoritos. Bem, na verdade há uma ligeira mas muito relevante diferença entre os livros e os filmes…

No caso dos filmes aposto que nunca ouviste ninguém dizer “não gosto de ver filmes” como tantas vezes ouves dizer “não gosto de ler livros”.  Aposto também que quando na escola te obrigaram a ver ” A lista de Schindler” ou “A vida é bela” tu não saíste da aula a dizer “não gosto de filmes” da mesma forma que foste tão rápido/a a dizer “não gosto de livros” quando te obrigaram a ler “Os Lusíadas”. Desculpa, estou a julgar-te. Mas isto irrita-me. Porque meio mundo trata os livros como os brócolos: diz que não gosta sem nunca ter experimentado. É só mais um preconceito que este mundo não precisa…

É que na prática, filmes e livros são ambos artes, apenas em formatos diferentes. Aliás, sabias que, muito provavelmente, alguns dos teus filmes/séries favoritos são baseados em livros? Sempre que ouço alguém falar acerca de séries ou filmes e dizer “aquele filme é incrível”, eu penso com os meus botões “imagina então o quanto irias gostar se soubesses da história toda”. Porque a verdade é que um filme não demora 140 minutos e o livro 6 horas a ler só porque “ah e tal o livro é chato”. Não, a diferença está no conteúdo, que no caso do livro é bem maior por muito unidimensional que um livro seja.

A verdade é que eu não preciso de um filme com cores e som para ter uma imagem vívida do livro. Quando lês um livro o teu cérebro é capaz de pintar as personagens, reproduzir as vozes deles. O teu cérebro é até capaz de decifrar a sensação do primeiro beijo das personagens. E para isso a única coisa de que precisas são palavras. Exatamente aquilo que os livros te dão. Percebes agora? À primeira vista um livro só te dá palavras, e se não olhares para além disso realmente um livro é chato, afinal de contas são só palavras. Mas a verdade é que as palavras são só a ponta do iceberg…

Um livro dá-te muitas gargalhadas se estiveres a ler Christina Lauren, dá-te muitas lágrimas se estiveres a ler Diana Gabaldon, dá-te arrepios se estiveres a ler J. P. Delaney, dá-te conselhos se estiveres a ler Napoleon Hill, leva-te a um mundo irreal que pode ser teu se o quiseres se estiveres a ler George R. Martin, dá-te amor se estiveres a ler Jane Austen. O livro vai dar-te exatamente aquilo que tu quiseres, basta tu escolheres bem, tal como te disse logo no início! E vai ser bom, garanto-te. Porque a verdade é que ninguém lê livros maus, as pessoas simplesmente leem os livros errados.

Estamos a atravessar a pandemia do coronavírus (informação relevante caso estejas a ler isto algures no futuro), e mais do que nunca está na hora de encontrares o refúgio que nunca soubeste que precisavas: o livro certo para ti. Porque ele existe, isso é tão certo como os livros serem os meus melhores amigos. Desde a história de amor do Mr. Darcy à biografia do Senna, as opções são tantas que é impossível não haver uma que seja a tua cara. Esquece aquilo que toda a gente te diz, ignora o que os críticos literários (eu incluída) dizem; se é aquele livro que tu queres ler então lê.

E aproveita!

Garanto-te que nunca mais vais estar sozinho/a.

Inês.

2 Comments Add yours

  1. Ana Silva diz:

    São palavras sábias as tuas. Digo sempre o mesmo e agora com a quarentena, vemos imensos influencers a dizer que descobriram que gostam de ler. Sabes o que lhes respondo? Que leio há anos e que cada vez que um bookstagram tenta crescer, cortam as pernas. Que no mundo dos livros tens sempre aventura, amor, dor e animação. Mas eles não sabem isso. Porque não sabem como ler é bom! Adorei a carta

    Gostar

    1. Muito obrigada 😘 tenho mesmo muita pena de quem não sabe que ler é bom 💫

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s